24 abril, 2013


COLORADO
Depois de um tempo fora, o Partido Colorado volta a comandar o Paraguai. Horácio Cartes foi eleito no último domingo para deleite dos eleitores. Aliás, o partido perdeu apenas quatro Departamentos (Estados) nas eleições gerais. Com concretização do pleito, o País vizinho deve voltar a ocupar sua cadeira como integrante do MERCOSUL.
IMPASSE
A história do governo do Estado ter mandado adesivar os cerca de trezentos ônibus doados pelo governo federal, está dando o que falar. Após a mídia veicular o assunto, o governador mandou retirar os adesivos.
Só que a presidente Dilma Rousseff, mandou a Casa Civil avisar os prefeitos que irão receber os ônibus, que ela mesma fará a entrega em cerimônia a ser marcada, ainda este ano. É aquela velha história que todo mundo já conhece: manda quem pode e obedece quem tem juízo. 
EU SAIO!
Foi o que disse o governador André Puccinelli nesta semana, caso o PMDB não apoie o projeto de reeleição da presidente Dilma Rousseff. André não quer nem cogitar a hipótese de apoiar outro partido que não o PT. Em se tratando do governador, o eleitor espera até os últimos instantes para acreditar.
ATAQUES
Os ataques na cidade americana de Boston tiveram uma rápida resposta da Polícia Federal daquele país. Em questão de dias, o FBI identificou, matou e prendeu um dos suspeitos, que segundo as investigações teriam planejado mais de um ataque terrorista e por sorte não conseguiram o seu intento.
HAITI
É triste a realidade vivida por haitianos após o terremoto que devastou aquele país em 2010. Hoje em dia, existe uma grande imigração daquele povo para o Brasil. Chegam a pagar até quatro mil dólares americanos para chegar até a cidade de Brasiléia, no Acre, na esperança de uma vida melhor. O governo brasileiro, através do Ministério da Justiça, ampliou o número de vistos para quem vem do Haiti e busca na iniciativa privada empregos formais para abrigar este povo tão sofrido.
BSGI
O prefeito Ludimar Novais recebeu nesta segunda-feira, dia 22, no seu gabinete os dirigentes da Soka Gakkai Internacional (SGI), que o informaram a respeito da exposição “Sementes da Esperança” – visões de sustentabilidade, passos rumo às mudanças – com realização da Earth Charter International, Associação Brasil SGI e Centro de Projetos e Estudos Ambientais do Amazonas. O evento acontecerá no Centro Internacional de Convenções de Ponta Porã, no período de 7 a 19 de maio, com entrada gratuita para o público. O responsável pela BSGI em Ponta Porã, Keichi Omae, falou sobre os objetivos da instituição que ele representa que é uma organização não governamental. Falou também da exposição, “Sementes da Esperança.
BOM EXEMPLO
Um consumidor estava em um órgão público estadual sendo atendido, quando chegou um senhor e pediu para fazer “apenas uma pergunta” à atendente. Esta o informou que ele deveria retirar a sua senha e aguardar a sua vez. O homem não gostou nadinha de “ter” que aguardar e bradou: “tenho atendimento prioritário por ser idoso”. Novamente, a atendente solicitou que o mesmo retirasse a sua senha “prioritária” e aguardasse a sua vez. Pensa no homem que ficou bravo e por pouco não falou um monte de besteiras para a atendente, porem, teve que aguardar.
A verdade é que costumeiramente, gente “apressadinha”, principalmente em órgãos públicos, quer dar um “jeitinho” de fazer só uma perguntinha que acaba virando um atendimento desrespeitoso com quem já está na vez. A fila é algo necessário em muitos lugares e respeitar a sua vez, prioritário ou não, é uma questão de educação. Parabéns a atendente, que manteve a calma e o bom senso.
REDUÇÃO                                    
A redução da maioridade penal tem sido o assunto do momento, debatido na mídia e pela sociedade. A questão divide opiniões. Não basta apenas reduzir a maioridade para trancafiar em presídios superlotados “menores” infratores, sem condições físicas e humanas de reabilitação. Muitas coisas são necessárias: educação de base sólida, erradicação da pobreza e da miséria, instituições físicas adequadas e material humano qualificado são algumas coisas necessárias antes de alterar a norma vigente. Se nada disso for feito, a sociedade corre o risco de continuar arcando com suas vidas e patrimônio.
AGRADECIMENTOS
Agradeço aos leitores e colaboradores que são a razão do sucesso desta coluna em especial ao Dr.Clemir Vieira Junior; Dras Lysian Carolina Valdes e Polly Fernandes; Sunta Baggio e Ana Cláudia Benites.
Semana que vem tem mais.
Comente esta coluna na internet através do blog: www.faloserio.blogspot.com, do www.chefronteira.com, www.mercosulnews.comwww.conesulnews.com.br
Ocorreu um erro neste gadget
Pesquisa personalizada

TeleMessage SMS Sender