05 março, 2008

GUERRA

Os três patetas mais perigosos do planeta resolveram se desentender: Hugo Chavez, Álvaro Uribe e Rafael Correa deflagraram a maior crise diplomática dos últimos tempos na América do Sul. O receio é por conta do risco de um conflito armado, que poderia facilmente colocar o Brasil no meio desta "guerra de loucos". Agora, que falta ao nosso País posicionamento mais firme, ah, isso falta.

CARTÕES

A tal CPI dos cartões está dando uma dor de cabeça danada para o governo. Após ser indicada e ter aceitado a missão de presidir os trabalhos, a Senadora Marisa Serrano espera com paciência a definição dos colegas. O governo por sua vez, determinou que a partir de agora saques em espécie com cartão só com autorização dos ministros.


SUCESSÃO I

Falando em sucessão, por aqui parece que os times resolveram sair em campo. Além do prefeito e do vereador Chico Gimenez, o Democratas ao que tudo indica deverá ter nome próprio para a disputa, isso porque seus dois vereadores "se rebelaram" com relação a provável coligação com o PSDB.
A posição dos vereadores Democratas é que não parece real, pois, ambos são aliados do prefeito desde a eleição passada. Se realmente a candidatura própria se confirmar, como ficará a questão do vice de Flávio Kayatt? Até a semana passada era certa a indicação de Eduardo Campos.

SUCESSÃO II

Sinceramente essa tal "rebelião" dos DEMs mais parece jogo de cena muito bem articulado para desviar o foco de um certo adversário, vendendo o sonho de que o mesmo poderia contar com o apoio de um partido de peso. Agindo assim, poderiam facilmente trabalhar para desarticular algum partido da oposição e quando os olhos se abrirem, já será tarde demais. A política é dinâmica e tem gente jogando de maneira inteligente e perspicaz.


POSSE

Na última sexta-feira, tomou posse de forma definitiva o diretor do Presídio, Valter Avelino. Estiveram presentes várias autoridades e amigos do Tinho. O Dr. José Henrique foi extremamente feliz ao proferir seu discurso, pregando que são investimentos feitos no interno, como educação, cursos profissionalizantes e tentativas de reinserção na sociedade que vão fazer com que o número de reincidentes diminua.

Estranho foi que no início da posse o cerimonial anunciou que o prefeito não havia enviado representante, mas o vereador Marcelino Nunes, ao discursar, salientou que o prefeito havia ligado e pedido para que o representasse. Essa união PT e PSDB aqui em Ponta Porã, parece destoada do restante do País, já que os dois partidos têm ideologias e posicionamentos comumente em conflito. O que diriam o Moura e a Prof.ª Denize de Oliveira, da ala xiita do partido? E mais: por onde andam os representantes natos do prefeito, vereador Osmar e companhia?Estariam estes perdendo espaço para o vereador petista?

JAGUANÉ

Bom, já que o assunto predominante hoje é a sucessão municipal, não poderíamos deixar de comentar que também começou o tempo dos famosos jaguanés. Digo isso porque tem partido, querendo impor goela abaixo eventuais apoios, sem consultar o diretório municipal. Como vivemos em uma democracia, nada mais justo, que antes de tomar alguma decisão a executiva estadual do partido, ouça o clamor dos seus filiados no município e não saia fazendo ameaças via imprensa, com coisas do tipo: quem não acatar a decisão da executiva, será expulso por infidelidade e outras besteiras. Fala Sério.


É ISSO AÍ

Tem gente aparecendo no cenário político municipal com promessa de ser o "boom" das próximas eleições. E como não poderia deixar de ser, já está incomodando alguns caciques. Acontece que o jovem líder tem um guru fora de sério, que certamente o guiará pelos caminhos honestos da política. Tenho dito sempre que o povo quer e vai por gente nova na política.

Ocorreu um erro neste gadget
Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste gadget