11 agosto, 2011

FALATÓRIO


Depois das declarações do ex-ministro da Defesa, Nelson Jobim, de que a Ministra das Relações Institucionais Ideli Salvatti era “muito fraquinha” e que a Ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann “sequer conhecia Brasília”, aconteceu o esperado: o Ministro falastrão caiu e para seu lugar assumiu o ex-ministro das Relações Exteriores do governo Lulla, Celso Amorim. Segundo a presidenta Dilma Rousseff, é o homem certo no lugar certo. Então tá.

OPOSIÇÃO

Por falar nisso, o trabalho da oposição em Brasília é considerado por especialistas como fácil demais, eis que os próprios ministros, ou seus assessores, estão fazendo o trabalho que seria da oposição. Faxina no Ministério dos Transportes, denúncia de lobby no Ministério da Agricultura são alguns dos exemplos. Enquanto isso, a oposição ensaia uma CPI para qualquer coisa, mas efetivamente, não faz nada.

2014

Semana passada, quando participava de encontro de governadores da região Centro-Oeste, em Cuiabá, capital de Mato Grosso, o governador de Mato Grosso do Sul André Puccinelli, do PMDB, disse que Campo Grande “já descartou qualquer chance de sediar os jogos da Copa do Mundo de 2014”. Ele disse isso para expor sua opinião quanto à possibilidade de Cuiabá ficar de fora do maior evento esportivo do mundo caso não cumpra a matriz de responsabilidade exigida pela FIFA (Federação Internacional de Futebol). As declarações de Puccinelli foram publicadas no site Olhar Direto. O governador sul-mato-grossense criticou, ainda, o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

“O Ricardo Teixeira [presidente da entidade] que enfie a Copa onde ele quiser. Não se brinca com o imaginário popular duas vezes. A população de Campo Grande já curtiu a dor de cotovelo, mas Cuiabá foi mais competente e vai sediar os jogos e eu venho aqui para assistir”, declarou o peemedebista que admitiu sentir inveja de Cuiabá por ter conquistado o status de cidade-sede da Copa. Falou e disse. Esse é o meu governador!

ACRISSUL

Eleição realizada na ultima segunda-feira, garantiu mais um mandato ao produtor rural Francisco Maia, o Chico Maia. Com duzentos e oitenta votos, ele vai presidir a Associação de Criadores do Mato Grosso do Sul, mesmo contra a vontade implícita do governador André Puccinelli. A campanha foi de um nível, digamos assim, mais baixo, com pedidos de impugnação e denúncias de calote. Vamos aguardar agora como será a “nova” gestão do Chico Maia.

TIO SAM

A economia dos Estados Unidos está no fio da navalha e se cair, levará o mundo junto. Considerada até pouco tempo atrás como a economia mais sólida do planeta, o presidente Barack Obama, “rebolou” para aprovar – e só conseguiu na última hora – um pacote de medidas tidas como urgentes. A recente classificação de risco da economia americana para baixo levou as bolsas do mundo ladeira abaixo. Aqui no Brasil, a Dilminha, disse que o País está “blindado” contra uma nova crise mundial. Tomara.

MILENA

No ultimo sábado, a jovem Milena Pacheco Gimenes passou por mais uma cirurgia em Campo Grande. Internada há dois anos na Capital, o neurologista Dr. Yuri Nicolai Weissnan foi o responsável por mais esta intervenção cirúrgica. Ao final, tudo transcorreu dentro do previsto e agora é aguardar a recuperação da MIMI, como carinhosamente é chamada por todos. Os pais, Chico e Dirce Gimenez, agradecem todas as orações e manifestações de apoio recebidas neste difícil momento. Desta colunista, fica o desejo de que tão logo a MIMI se recupere, retorne para Ponta Porã, onde um montão de amigos a esperam.

AGRADECIMENTOS

Agradeço aos leitores e colaboradores que são a razão do sucesso desta coluna, em especial a Marta Pereira da Silva; Ramão Florenciano (Neto) e aos aniversariantes da semana: Marisa Argenton (ontem); Marcos Dione (hoje); Vicente Gomes Ramos (amanhã); Barbara Alcântara e Fabiane Salem (sexta-feira) e domingo, completa mais um ano de vida o grande jornalista campo-grandense Marco Eusébio. Obrigada. Semana que vem tem mais.

Ocorreu um erro neste gadget
Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste gadget