25 agosto, 2010

Falando Sério

MAMA MIA


Era só o que faltava, acabo de assistir a propaganda política e descobri que a candidata do PT é a mãe que o povo ganhou de presente para cuidar dele e conduzi-lo. Um povo que, para Lula, precisa de permanente tutela. A Dilma já foi chamada de mãe do PAC, programa empacado e vexatório, diga-se de passagem. A oposição não contesta a propaganda oficial, o eleitor ouve tudo e até acredita. Assim, fica cada vez mais difícil para o Serra ultrapassar Dilma na corrida eleitoral, afinal de contas o maior cabo eleitoral da candidata petista, é o Presidente do Brasil, aquele que já decretou que o País não existia antes dele. Outra coisa, se o Brasil só tem 8 anos e precisa de mãe, é bom lembrar que criança na vota. Afe!

DANDO FORA

Alguns candidatos precisam compreender melhor que o eleitor quer ouvir propostas e não se sentem a vontade em escutar quem fala mal dos adversários. Isso faz lembrar recente acontecimento no assentamento Itamarati quando um cabo eleitoral já sob efeito etílico passou a enlamear a moral de outros candidatos pontaporanenses e enaltecer a do seu candidato que se apresentou como único candidato de Ponta Porã a possuir moral ilibada.

O cabo eleitoral cômico só disse tolices e fez papel ridículo ao afirmar que determinado candidato era isso e determinadas candidatas eram aquilo, coisas impublicáveis, e, a reunião correu solta. Ao se retirarem do local (arlequim e candidato) choveu telefonemas para os candidatos ofendidos.

Na verdade, não funciona mais aquele velho adágio que “se o político não tem rabo alguém pode por”. Jurar de pés juntos que só seu candidato é santo, não rende votos. Mas é por ai, dá sempre para aprender alguma coisa, mesmo com um parlapatão a gente pode aprender como não ser e como não se comportar. Eu aprendi.

E digo mais, se o vivente não tem nada para falar que não fale. Ou como diz aquele provérbio português: quem tem rabo não se assenta. Fala sério.


CHICO

O candidato Chico Gimenez não para nem para beber água. Dia 23 realizou uma reunião na capital do Estado. Soube que umas 700 pessoas estiveram presentes. Então liguei para o candidato e ele me contou que foi a primeira dama Beth Pucinelli quem fez a abertura da reunião, avalizando o voto em Chico.

Estiveram presentes ainda, o ex super secretário de obras e candidato a deputado federal Edson Giroto. A reunião foi marcada pela afinação dos três participantes e mostrou que mesmo em uma segunda-feira quente, o Chico, está do jeito que gosta: em contato direto com o povo. Muito bom.

MONFORT

Meu amigo Carlos Monfort escreveu em sua coluna de ontem ao comentar a ZPE e as palavras da senadora Marisa Serrano que afirmou ser a questão tributária uma guerra silenciosa entre os Estados, que “Infelizmente, a realidade é essa e temos que conviver com as adversidades econômicas de uma fronteira seca”. Sei não.

Parafraseando o inesquecível Raul Seixas, penso que “Um sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto é realidade”. Podemos realizar muita coisa e para que isto aconteça basta votar em pessoas verdadeiramente comprometidas com as questões da fronteira, e muito sonho poderá se tornar realidade. Não é mesmo Monfort? O Jornal Regional é prova disto.

AGRADECIMENTOS

Agradeço aos leitores e colaboradores que são a razão do sucesso desta coluna, em especial a Luzia, mãe do meu queridíssimo Nelsão Neto. Obrigada. Semana que vem tem mais.

Comente esta coluna na internet através do blog: http://www.faloserio.blogspot.com, dos sites de noticias www.mercosulnews.com, www.diariopora.com.br e www.noticiasdeponta.com Email: elizjpp@hotmail.com.
Ocorreu um erro neste gadget
Pesquisa personalizada

TeleMessage SMS Sender